sexta-feira, 14 de julho de 2017

10° BPM apresenta balanço semestral


O 10° Batalhão de Polícia Militar (10º BPM) com área de atuação em 12 municípios da Baixada Maranhense e sede em Pinheiro, divulgou os resultados dos seus trabalhos no período de janeiro a junho de 2017, comprovando a grande eficiência da tropa no cumprimento de suas missões de policiamento ostensivo e preservação da ordem pública.

O serviço diário de rotina, aliado às várias operações desencadeadas ao longo do primeiro semestre, resultou na apreensão de 114 armas de fogo, recuperação de 60 veículos, destruição de mais de 20 mil pés de maconha e apreensão de grande quantidade de outras drogas. Foram conduzidas 834 pessoas ao Distrito Policial das quais 382 foram autuadas em flagrante delito.

Segundo o Atlas da Violência 2017, elaborado pelo IPEA e FBSP, a quantidade de homicídios no Brasil foi 28,9 para cada grupo de 100 mil habitantes e no Maranhão, foi de 35,3. Em toda a região da baixada maranhense, 12 municípios com 354 mil habitantes, considerando o período de janeiro a junho deste ano, a taxa de homicídio está em 14,4 por 100 mil habitantes; isso mostra que há um prognóstico estatístico de que a região do 10º BPM está cumprindo o seu papel constitucional de mantenedor da ordem, considerando os índices criminais abaixo das médias estaduais e nacionais.

   Segundo tenente coronel Diniz, comandante do 10° BPM, uma das principais causas de crimes violentos no país passa pela quantidade de armas em circulação e o fácil acesso às drogas. Nesse sentido, ressalta o Oficial, o 10° BPM vem desenvolvendo um trabalho considerável, uma vez que tem implementado ações que visam a abordagem pessoal e em veículos, contribuindo assim para o grande número de armas retiradas de circulação e drogas apreendidas e destruídas.  Certamente, a ação dos bravos Guerreiros da Baixada tem evitado a ocorrência de vários crimes na região, principalmente na inibição do número de homicídios, conclui o comandante do 10º BPM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.