segunda-feira, 24 de julho de 2017

3ª Companhia Independente da PM registra queda de 82% de criminalidade em Amarante do Maranhão


O município de Amarante do Maranhão, localizado no oeste do estado e que fica à cerca de 835 km de São Luís, já começa a colher frutos no que se trata na redução do índice de criminalidade após a criação da 3ª Companhia Independente da Polícia Militar, inaugurada em outubro de 2016, pelo Secretário de Segurança Jefferson Portela, e que está sob o comando do major Alan Campelo.

A redução se deve à presença ostensiva da Polícia Militar na região que além de Amarante, ainda intensifica trabalhos nas cidades de Buritirana, Sítio Novo e Montes Altos, que somadas chegam ao quantitativo de 100 mil habitantes. Além disso, a população conta com patrulhamentos desenvolvido por 58 homens e 7 viaturas.

Nesse contexto, a 3ª Companhia é destaque entre os municípios da região tocantina, pois conseguiu reduzir o índice de criminalidade em 82%, o nível mais baixo deste do ano de 2013, onde a segurança era prestada apenas por pelotão da Polícia Militar. Com apenas 9 meses de existência, a companhia já conta com expressivos números no combate ao crime, dando destaque para as 29 armas de fogo apreendidas, 58 motocicletas recuperadas, sendo estas roubadas antes da existência da 3ª Companhia, 26 traficantes presos em flagrantes, além da apreensão de 55 quilos dos mais variados tipos de drogas.

De acordo com Comandante, major Alan, os dados são resultados de uma excelente estruturação e provenientes do Programa Pacto pela Paz que fortaleceu as estruturas da segurança pública na região. “São fatores que têm contribuído para elucidação de crimes e principalmente como inibidor de pessoas que eventualmente estejam querendo cometer delitos, temos uma barreira diurna instalada na entrada da cidade, ninguém entra em Amarante, sem ser abordado” afirmou o Comandante.

Além disso, a Polícia Militar registrou uma queda de 91% nos números de acidentes de trânsito na região, resultados esses adquiridos por meios de campanhas educativas e orientadoras sobre um tráfego seguro e consciente. Em outro ponto, a 3ª Companhia vem desenvolvendo o Programa Educacional de Resistência às Drogas e Violência (PROERD) que executa trabalhos de cidadania nas escolas, destaque para o Bairro Industrial, que contabilizou uma queda acentuada na violência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.