terça-feira, 18 de julho de 2017

SEIC – 15 ANOS EM DEFESA DA SOCIEDADE


Há exatos 15 anos a Superintendência Estadual de Investigações Criminais (SEIC), vem atuando em defesa da sociedade maranhense, realizando um trabalho efetivo de combate à criminalidade, com êxito em ações da mais alta complexidade.

Órgão diretamente subordinado à Delegacia Geral da Polícia Civil, com atribuição em todo o Território Estadual, compete apurar, executar as atividades de Polícia Judiciária e apurações de infrações penais através de seus Departamentos Especializados, podendo celebrar parcerias com Entidades Públicas Federais, Estaduais e Municipais que atuam nas áreas de sua competência.

 Excepcionalmente continua usando a sigla “DEIC”, em razão do reconhecimento da sociedade maranhense e de suas congêneres em outros Estados da Federação.

Oriunda da Divisão de Combate ao Crime Organizado (DCCO), instituída com a finalidade de apurar a morte do Delegado Stenio Mendonça, assassinado na Av. Litorânea no ano de 1997, por intermédio de um grupo envolvido diretamente com o crime organizado, inicialmente foi comandada pelo Delegado PAULO MARCIO TAVARES, que em 1999 passou a contar com uma nova equipe de Policiais, dentre Investigadores, Escrivães e mais 16 Delegados, sendo estes: ANDRÉ LUIS GOSSAIN; MARCOS JOSÉ DE M. AFFONSO JUNIOR; JULIO BRAGA; DAYSE APARECIDA; ALEXANDRE SOCOLOWSKI; JEAN PIERRE MICHETTI; MARCONI CHAVES LIMA; LUIS FRANCISCO SEGANTINI JUNIOR; LENIVALDO F. PIMENTEL; GILMAR CAMPOS; MANOEL ALMEIDA NETO; ANTONIO CARLOS MARTINS JUNIOR; SIDONIS CRUZ; EDNALDO SANTOS; PAULO DE TARSO e JEFFERSON MILLER PORTELA E SILVA, atual Secretário de Segurança Pública do Estado do Maranhão.

Os trabalhos desenvolvidos desvendaram um grandioso esquema de roubos de cargas e carretas, bem como contrabando de drogas e armas, que culminou com a prisão de várias pessoas de alto poder aquisitivo, dentre elas: um Deputado Federal, dois Deputados Estaduais do Maranhão e dois ex-comandantes da Polícia Militar, além de empresários e um advogado de renome. Ao todo foram mais de 60 presos com a investigação, que teve repercussão nacional.

Em 2001 foram encerrados os trabalhos da Divisão de Combate ao Crime Organizado, e assim, nasceu a DELEGACIA ESTADUAL DE INVESTIGAÇÕES CRIMINAIS - DEIC, que veio a ser oficializada, através da LEI Nº7.760 DE 17 DE JULHO DE 2002.

Atuando com primazia em ações de grande relevância, especialmente contra o crime organizado, roubos à bancos e tráfico de drogas, no ano de 2008, alcançou o status de Superintendência, mudando a nomenclatura e passando a chamar-se SEIC, ainda funcionando no antigo prédio da RFFSA, na Av. Beira Mar, mudando de endereço no ano de 2010, passando a funcionar na Rua do Correio nº75, Bairro de Fátima, onde funciona até hoje. Atualmente sob o comando do SuperintendenteTIAGO MATTOS BARDAL, a SEIC conta com um Plantão e mais 6(seis) Departamentos distintos, sendo eles: DCCO (Departamento de Combate ao Crime Organizado); DCRIF (Departamento de Combate ao Roubo de Instituições Financeiras); DCRC (Departamento de Combate ao Roubo de Cargas); DCCT (Departamento de Combate a Crimes Tecnológicos); DDSD (Departamento de Defesa de Serviços Delegados); DOTE(Departamento de Operações Táticas Especiais).

Nesta data especial, 17.07.2017, nos resta parabenizar todos os Policiais que fizeram parte desta trajetória de luta, coragem e muito trabalho, que ao completar 15 anos de existência, enche de orgulho a sociedade maranhense, pelo relevante serviço desempenhado, onde centenas de quadrilhas foram desarticuladas, grande quantidade de drogas e armas foram apreendidas e muitos bandidos de alta periculosidade foram tirados de circulação, através de muita dedicação e compromisso dos bravos servidores que vem atuando na Superintendência Estadual de Investigações Criminais, em todo Estado do Maranhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.