segunda-feira, 10 de julho de 2017

SIGO aponta diminuição na taxa de homicídio em São José de Ribamar.


A Polícia Civil por meio da delegacia especial de São José de Ribamar vem trabalhando com planejamentos de ações inseridas nos cinco primeiros meses de 2017, com destaque na redução na taxa de homicídios. Investimentos em operações policiais que buscam dinamizar a diminuição da criminalidade no Maranhão.
                                          
O plano de ação 2017 tem possibilitado participações da gama policial a cursos de nivelamento com especializações em armamentos pesados, tiros e explosivos de modo a, combater delitos na prática criminosa. 

Queda na taxa de homicídios

De acordo com o Atlas da Violência 2017 foi comprovado pela primeira vez em dez anos a redução no índice de homicídios no Maranhão. O estudo foi divulgado no dia 05 de junho do corrente ano, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e trouxe os números sobre a violência entre 2005 a 2015. Os dados são do Sistema de Informação sobre Mortalidade (Sim), do Ministério da Saúde.

De acordo com os registros do Sistema Integrado de Gestão Operacional (SIGO) e livros cartorários da delegacia, no município de São José de Ribamar em 2015 havia o registro de 112 ocorrências de homicídio com cerca de 08 por latrocínio - roubo seguido de morte, sendo instaurado 457 inquéritos policiais nesse ano. Já em 2016 ouve queda e somente o registro de 98 desse mesmo crime com apontamento de 06 latrocínios e o aumento de 538 inquéritos instaurados. E, no ano de 2017 a diminuição foi bem elevada com apenas 32 casos de homicídio, apenas 04 de latrocínios e 272 inquéritos até o dia 31 de maio.

Segundo o Delegado Geral de Polícia Civil, Lawrence Melo, a queda deste tipo de crime tem sido gradativa e é resultado de medidas específicas executadas para o combate desse tipo de crime.

Cidade de Ribamar

A cidade de Ribamar tem limite com as delegacias do Turu, Paço do lumiar, Cidade Olímpica, Jardim Tropical, Maiobão e Raposa. Para que se entenda seus limites vale ressaltar por exemplo que um acidente de trânsito com registro na estrada de Ribamar, é atendida em uma dessas unidades e, não corresponde a DPC de Ribamar, por conta desses limites. Portanto esse caso não será apurado na DPC de Ribamar. Sendo assim a delegacia de Ribamar não pode ser confundida com a cidade. Os registros dela são feitos nas proximidades.

Para o delegado Jader Alves, há uma série de fatores que somam para essa positividade, uma delas é a sociedade ribamarense que colabora significantemente com a polícia, essa integração é vista como proximidade entre ambos e mutua confiança a modo de, diminuir os índices negativos.


Capacitação da Guarda Municipal de Ribamar

No dia 23 de junho do corrente ano, a Academia de Polícia Civil (ACADEPOL), fez o encerramento do curso de formação, que capacitou a guarda municipal para uso de armas de fogo. A primeira turma composta de 55 agentes do município, teve início no dia 05 de junho com carga horária de 102h, divididas entre aulas práticas e teóricas.

O objetivo principal do curso foi estabelecer e documentar um padrão de comportamento e disciplina para esses agentes. A habilitação para uso de arma de fogo vai somar nos esforços para oferecer uma segurança com maior rigorosidade. A segurança pública ribamarense ganhou um esforço a mais, e vai somar com os trabalhos que já vem sendo desenvolvidos pelas policias civil e militar da localidade.

O secretário de segurança, Jefferson Portela, destacou que o curso é uma quebra de paradigma, a integração entre o estado com o município visa uma segurança mais diversificada; “É preciso que se tenha uma anulação de paradigmas entre as forças de segurança”, advertiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário será avaliado e liberado posteriormente.

Obrigado pela sua participação.